De vidreiro do ramo de vidro soprado a aluno da Central do Vidraceiro

Nessa matéria vamos contar um pouco da historia do nosso aluno Jobson Francisco de Oliveira, que trabalha na empresa Royal vidros em São Paulo - Ferraz Vasconcelos. Amante da arte milenar do sopro de vidro e fabricante de garrafa, Bolas craquelê, bichinhos e decorativos de vidros em geral. Com mais de 20 anos de profissão no ramo vidreiro de sopro de vidro, infelizmente viu seu mercado ter uma queda economicamente considerável. Pesquisando o mercado de vidro temperado viu a grande oportunidade de negócio e hoje está se qualificando no mercado de temperado apostando na grande demanda do setor. Parabéns Jobson pela sua coragem, perseverança e sucesso em sua nova caminhada. Um grande abraço do seu professor e fã Ricardo Câmara.

Confira abaixo alguns vídeos do Jobson em seu ambiente de trabalho:

Saiba um pouco mais sobre essa profissão:

Os povos que disputam a primazia da invenção do vidro são os egípcios e os fenícios. Segundo a Enciclopédia Trópico:

"Os fenícios contam que ao voltarem à pátria, do Egito, pararam às margens do Rio Belus, e pousaram sacos que traziam às costas, que estavam cheios de natrão(carbonato de sódio natural, que eles usavam para tingir lã). Acenderam o fogo com lenha, e empregaram os pedaços mais grossos de natrão para neles apoiar os vasos onde deviam cozer animais caçados. Comeram e deitaram-se, adormeceram e deixaram o fogo aceso. Quando acordaram, em lugar das pedras de natrão encontraram blocos brilhantes e transparentes, que pareciam enormes pedras preciosas. Um deles, o sábio Zelu, chefe da caravana, percebeu que sob os blocos de natrão, a areia também desaparecera. Os fogos foram reacesos, e durante a tarde, uma esteira de liquido rubro e fumegante escorreu das cinzas. Antes que a areia incandescente se solidificasse, Zelu plasmou, com uma faca aquele líquido e com ele formou uma empola tão maravilhosa que arrancou gritos de espanto dos mercadores fenícios. O vidro estava descoberto."

Esta é uma das versões, um tanto lendária. Mas, notícias mais verossímeis, relatam que o vidro surgiu pelo menos 4.000 anos A.C.. Julga-se entretanto que os egípcioscomeçaram a soprar o vidro em 1.400 A. C., dedicando-se, acima de tudo, a produção de pequenos objetos artísticos e decorativos, muitas vezes eram confundidos com belaspedras preciosas. Sua decomposição é de 4000 anos. A cada 1000 kg de vidro leva-se 1300 kg de areia.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
(21) 2757-9459
Av. Nilo Peçanha, 1172 - Sobreloja
Duque De Caxias - RJ
Seg. a Qui.: 08:30h às 17:30h
Sex.: 08:30h às 17:00h
(21) 97696-7873

Todos os direitos reservados. Grupo Central do Vidraceiro ®️

Central do Vidraceiro - (Ana Paula Nogueira Brevilato Câmara)

26.729.516/0001-65